segunda-feira, 4 de setembro de 2017

DENÚNCIA! Descarte irregular de óleo no Guaíba é contido por força tarefa da prefeitura de Porto Alegre e outros órgãos

Na tarde de domingo, 3 de setembro de 2017, uma ação da prefeitura de Porto Alegre, juntamente com a FEPAM, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Crip e Guarda Municipal, conteve um descarte irregular de óleo no rio Guaíba. O caso foi denunciado através do 190 e já há uma empresa suspeita do crime ambiental. 

oleo descartado na Ilha da Pintada rio guaiba porto alegre
Óleo foi descartado na Ilha da Pintada | Foto: Divulgação / PMPA / CP

Segundo o Correio do povo, na denúncia foi relatado que resíduos estavam obstruindo a saída de esgoto, exalando forte odor, semelhante a produtos químicos, e deixando uma mancha preta nas águas do Guaíba. Durante a fiscalização foi identificado o local onde o óleo foi descartado irregularmente. Após a identificação, técnicos da Fepam utilizaram mantas absorventes nas saídas das redes de esgoto, contendo a propagação do óleo nas águas do Guaíba. Os órgãos de saúde e o Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) já estão monitorando a situação.

O secretário municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade, Maurício Fernandes, lamenta e critica a atitude que resultou no descarte irregular e agradece a comunidade que realizou a denúncia. "É de se lamentar que em pleno ano de 2017 alguém, motivado por lucro, cometa esta atitude tão danosa ao ambiente. rise-se ainda que clientes da empresa suspeita serão investigados, pois a responsabilidade solidária impera. Cabe um agradecimento e plenas homenagens ao trabalho conjunto dos diversos órgãos envolvidos e, em especial, à comunidade que indignou-se e comunicou o fato às autoridades".

Fontes: ZH Digital e Site Correio do Povo
Reprodução: Marketing Advento